Neste blog encontram várias no noticias elaboradas em questões para se porem na vez dos jogador, equipas, treinadores, etc... Este blog também diz os rankings e diversos sobre futebol, que estão nas páginas! Espero que se divirtam!
Gosta de fazer jogos no powerpoint? Então publique-os no site:

terça-feira, 24 de maio de 2011

136. Adeus emocionado de Gary Neville

Gary Neville com Del Piero (foto AP)

Old Trafford despediu-se de um dos ícones do clube: Gary Neville. Lateral-direito não conteve as lágrimas. Pena foi a Juventus ter ganho (2-1)... e Beckham ter ofuscado a festa do capitão. 

Aos 36 anos, Gary Neville, que em duas décadas de carreira só conheceu um clube, o Man. United, despediu-se ontem dos relvados e fê-lo numa casa onde viveu muitas tardes e noites de glória: Old Trafford.

«Foi especial, agradeço a todos do fundo do coração», afirmou um emocionado Gary Neville, confessando que um dos segredos do sucesso - Neville vestiu 602 vezes a camisola dos red devils e conquistou 19 troféus, entre os quais oito títulos de campeão inglês e uma Liga dos Campeões - foi o facto de nunca ter sofrido uma lesão grave.

Capitão do Man. United desde 2005 - herdou a braçadeira quando Roy Keane pendurou as botas -, Gary Neville chegou ao clube em 1991, ainda júnior, e no ano seguinte subiu à equipa principal. Desde então só parou no primeiro dia do presente ano, quando vestiu pela última vez a camisola número 2, frente ao West Bromwich.

A 2 de Fevereiro anunciou o adeus aos relvados, ontem oficializado com uma festa que contou com vários convidados: Bebé foi um deles, bem como o irmão Phil, Nicky Butt, Scholes, Giggs e Rooney, trio que no próximo sábado estará em Wembley para a final da Champions e que por isso só jogou os primeiros 30 minutos. 

Mas quem ofuscou Gary Neville foi David Beckham, que voltou a uma casa onde brilhou de 1991 a 2003, ano em que partiu para o Real Madrid. Ontem, Old Trafford voltou a vibrar com o mítico 7, jersey que entretanto já foi usado por outra estrela do futebol mundial, CR7.

Coube à Juventus apadrinhar a despedida de Gary Neville, só que a Vecchia Signora não estava para festas! Ao tento de Rooney (18) a Juve respondeu por Pepe (40) e Giandonato, que fez o golo da vitória aos 78 minutos. Sete depois a ovação da noite, por sinal mais que merecida, para Gary Neville.

Sem comentários:

Enviar um comentário