Neste blog encontram várias no noticias elaboradas em questões para se porem na vez dos jogador, equipas, treinadores, etc... Este blog também diz os rankings e diversos sobre futebol, que estão nas páginas! Espero que se divirtam!
Gosta de fazer jogos no powerpoint? Então publique-os no site:

quarta-feira, 29 de junho de 2011

250. «Separar-me do FC Porto foi difícil» - Villas Boas


Trocar o FC Porto pelo Chelsea foi «uma decisão difícil» mas André Villas Boas decidiu «aceitar o desafio» e «aproveitar a oportunidade». 

«Foi uma separação difícil. Foi algo que sentiu muito em Portugal, não tanto na imprensa internacional. Nasci no Porto, estava 100 por cento comprometido com o FC Porto, aquele que foi e sempre será o meu clube. Estava bem no FC Porto, tivemos um ano repleto de sucessos mas, em alguma altura da vida, todos sentem a necessidade de aceitarem um novo desafio. Foi o que aconteceu comigo», referiu André Villas Boas, que foi na manhã desta quarta-feira oficialmente apresentado como treinador do Chelsea.
O jovem treinador afirmou ainda que a decisão de se mudar para Stamford Bridge foi igualmente «baseada numa mudança lucrativa». «O FC Porto estava em condições de fazer uma proposta lucrativa para me manter no clube mas decidi aceitar este desafio. Senti que devia aproveitar a oportunidade contra a vontade de todos, inclusive da minha família.»

Questionado se foi visto como vilão pelos adeptos portistas, Villas Boas reconheceu que muitas das suas palavras «acabaram por transmitir um sentimento de infidelidade. As pessoas ficaram frustradas, compreendo isso, e nada do que possa vir a dizer vai mudar isso. Sentia-me bem no FC Porto e ponderei muito a opção de sair. É um clube de sucesso e vai continuar a sê-lo, com ou sem André Villas Boas.»

O treinador declinou depois responder em português a uma questão sobre o tema colocada pela imprensa lusa, justificando que o acordado havia sido responder apenas em inglês, não por desrespeito aos portugueses, mas para poupar tempo com traduções. E em inglês, lá sublinhou: «Nada do que disser vai mudar o sentimento que ficou. Não há como fugir ao que aconteceu.»

Sem comentários:

Enviar um comentário